ATA Nº 77

Aos 8 dias de dezembro de 2018, com início às 15h00, em segunda convocatória, convocada de acordo com os estatutos, reuniu em assembleia geral o Grupo dos Amigos de Foz do Cobrão, com a presença de 45 sócios, presidida pelo seu titular,  Joaquim Gonçalves Ribeiro, coadjuvado pelo secretário João Luis Gonçalves Silva e o associado Ernesto Simões Ferreira, convidado para substituir a segunda secretária ausente por motivos profissionais.

ORDEM DE TRABALHOS

  1. Informações gerais, antes da ordem do dia.
  2. Apresentação, discussão e votação do Plano de Ação e Orçamento para 2019.
  3. Outros assuntos com interesse para a Associação.
  4. Eleição dos Órgãos Sociais para o triénio 2019-2022.
  1. Na abertura dos trabalhos o presidente da Mesa saudou os presentes, lembrou da importância desta assembleia e leu a ata número 76, que posta à discussão e votação foi aprovada por unanimidade. De seguida usou da palavra o vogal Luís Cruz, também ele presidente da Direção da Cooperativa do lagar que informou que dia 10 de dezembro terá início o funcionamento do lagar.
  2. O tesoureiro Rogério Lourenço apresentou o orçamento para o ano de 2019, ver documento que ficará arquivado na associação, destacando a boa situação financeira do GAFOZ. De seguida usou da palavra o secretário da Direção António Jorge Mateus que apresentou o Plano de Ação para 2019, cujo documento também ficará arquivado. Colocados à apreciação e não havendo sugestões de alteração foram os mesmos propostos à aprovação, o que aconteceu por unanimidade.
  3. O Presidente da Direção, Octávio Catarino, fez um balanço das obras a decorrer na sede do GAFOZ, nomeadamente a substituição do telhado, das janelas e portas, beneficiação das casas de banho e cozinha e a construção de uma esplanada no exterior por forma incentivar a presença de associados, amigos e visitantes. Referiu ainda as obras de melhoramento na praia fluvial, a construção de um parque de estacionamento junto da mesma, e conclusão das obras da ETAR. Registe-se a intervenção de alguns associados relativamente à limpeza do ribeiro do Cobrão e da aldeia, do destino a dar a um palheiro existente nos “Gordeiros” e propriedade do GAFOZ, do terreno com cerca de 750 m2 junto à capela, e a integração social da família inglesa agora residente na casa do Penedo Amarelo.
    De seguida Octávio Catarino lembrou os presentes de que esta seria a sua última intervenção numa Assembleia Geral, enquanto Presidente da Direção do GAFOZ, e fez questão de enumerar algumas obras emblemáticas, nomeadamente a ponte sobre o Rio Ocreza, os acessos à Foz, a construção do Centro de Dia e Convívio, a passagem a IPSS,  o restaurante Vale Mourão, propriedade do GAFOZ, e algum património como o Museu do linho, integrado no projeto das aldeias de xisto, assim como a preservação das tradições, como é a festa anual de agosto. Como projectos não concretizados registe-se a não aprovação, por parte da Segurança Social, da construção do lar, assim como possibilidade de construção de um anfiteatro natural junto à capela, onde se realizariam a festa de agosto e outros eventos.
  4. Procedeu-se à apresentação da única lista candidata à eleições dos Corpos Sociais para o quadriénio 2019/2022, lista esta que se apresenta como continuadora dos atuais Corpos Gerentes. Procedeu-se à votação, por voto secreto, registando-se 45 votantes, sendo o resultado final de 43 votos a favor e 2 votos considerados nulos. São os seguintes os novos corpos gerentes eleitos:
    Assembleia Geral: Presidente – Célia Maria Rei Carmona; Primeiro secretário – João Luís Gonçalves Silva; Segundo secretário – Ernesto Simões Ferreira. Direção: Presidente – Maria Celina Martins Sotana Mendes Mateus; Vice-Presidente – Luís Ribeiro da Cruz; Secretário – António Jorge Martins Mateus; Tesoureiro – Rogério Paulo Cargaleiro Lourenço; Vogais – Vanessa Sofia Ribeiro Almeida Pires Martins; Lúcia Maria Ribeiro Almeida Martins; João Ribeiro Rodrigues. Conselho Fiscal: Presidente – João Manuel Pires Martins; Primeiro Vogal – Luís Manuel Lourenço Silva; Segundo Vogal – Manuel Gonçalves Silva.

Antes de terminar a sessão o associado João Luís Silva usou da palavra e propôs um voto de louvor aos membros dos corpos gerentes que agora cessam funções, e em particular a Manuel Ribeiro Cargaleiro, Joaquim Gonçalves Ribeiro e Octávio Sotana Catarino. Foi aprovado por unanimidade e aclamação de pé.

Não havendo mais assuntos a tratar foram encerrados os trabalhos pelas 16.45horas lavrando-se a presente ata que será assinada pelos elementos que constituíram a mesa.

Foz do Cobrão, 8 de dezembro de 2018

Scroll to top